Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 12 de fevereiro de 2017. Atualizado às 21h38.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Turismo

Notícia da edição impressa de 13/02/2017. Alterada em 12/02 às 21h23min

Ocupação de hotéis no Litoral Norte do Estado chega a 98%

Temporada deve ser prolongada se permanecer tempo firme e seco

Temporada deve ser prolongada se permanecer tempo firme e seco


ALINE ECKER/DIVULGAÇÃO/JC
A rede hoteleira do Litoral Norte do Rio Grande do Sul registra ocupação de 95% a 98% dos 18 mil leitos disponíveis na região. Os números são contabilizados desde 19 de dezembro do ano passado, quando começou oficialmente a temporada de verão 2017.
A taxa de ocupação é semelhante a 2016, mas oscila entre as praias gaúchas mais procuradas do Estado. Em Torres e Capão da Canoa, por exemplo, a ocupação chega aos 98%. Já em Arroio do Sal, a média gira em torno dos 90%. Dos 1.600 leitos concentrados em Arroio do Sal e balneários que integram o município, em média 93% está ocupado.
César Firpo dos Santos, presidente da Associação Comercial Industrial e Agropecuária de Arroio do Sal (Aciass) e proprietário de um dos hotéis mais tradicionais de Arroio do Sal, afirma que os números deste ano superam os do ano passado. "A taxa de ocupação no hotel está um pouco melhor que em 2016. Os índices são animadores e atribuo a leve alta ao tempo, que tem contribuído, com dias ensolarados, e o mar que está com água limpa e quente, o que é raro no nosso Litoral", destaca.
A previsão para o Carnaval é ainda mais animadora. Santos afirma que o feriado é o segundo com maior fluxo de turistas no Litoral, perdendo apenas para o Réveillon. "Carnaval é sinônimo de hotéis lotados, tanto que já temos muitas reservas e há pesquisa de preços e procura por informações para garantir a reserva", ressalta.
A tendência é que a temporada seja prolongada se permanecer o tempo firme e seco, que tem ocorrido nos últimos meses. Já para manter o movimento a partir de abril, os hotéis do litoral gaúcho apostam em promoções, diárias estendidas e parcerias que garantem descontos e atraem o interesse dos veranistas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia