Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 12 de fevereiro de 2017. Atualizado às 21h08.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Osni Machado

Empresários & Cia

Notícia da edição impressa de 13/02/2017. Alterada em 10/02 às 18h29min

Fimma Brasil prevê US$ 290 milhões

A feira espera receber cerca de 30 mil visitantes

A feira espera receber cerca de 30 mil visitantes


FIMMA BRASIL/DIVULGAÇÃO/JC
Entre os cinco maiores eventos do setor moveleiro do mundo, a Feira Internacional de Máquinas, Matérias-Primas e Acessórios para a Indústria Moveleira - Fimma Brasil 2017 projeta US$ 290 milhões com a geração de negócios, um volume semelhante ao registrado na edição anterior do evento, em 2015.
Neste ano, a feira ocorrerá nos dias 28, 29, 30 e 31 de março, em um momento que a economia brasileira luta para retomar o seu curso, sendo um grande desafio pela frente.
E a Fimma Brasil se apresenta como uma oportunidade para a realização de negócios, reunindo em um só local inovações em produtos, novas tendências e tecnologia, além de proporcionar um ambiente que reunirá expositores de um lado e potenciais compradores nacionais e internacionais do outro.
A feira, promovida a cada dois anos, em Bento Gonçalves, a pouco mais de 120 quilômetros de Porto Alegre, espera receber cerca de 30 mil visitantes e 550 marcas expositoras de todo mundo. No Parque de Eventos da cidade, são esperados profissionais vindos da Espanha, França, Itália, Alemanha, Índia, Áustria, Portugal, Turquia, República Checa e Peru.
O presidente da Fimma Brasil, Rogério Francio, informa que a feira tem o objetivo de atender a toda cadeia produtiva de madeira e móveis e, nesta edição, fará o Projeto Imagem com o propósito de obter maior visibilidade a expositores, produtos, negócios e atividades que ocorrerão durante os quatro dias. O executivo destaca também o Projeto Comprador, que possibilitará o contato direto entre expositor e potenciais compradores.
Tanto o Projeto Imagem, quando o Comprador têm apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos - Apex Brasil, por meio de Projeto Orchestra Brasil, e da Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel), pelo Projeto Brazilian Furniture.
Na programação da feira estão agendadas diversas palestras. Entre elas: O Design como ferramenta estratégica na indústria moveleira", ministrada por Marta Manente, do Studio Marta Manente; A Construção do made in italy e suas práticas, por Victor Megido, do Instituto Europeu de Design; Acabamento: estratégia na diferenciação e agregação de valor, pelo gerente da Sayelack, Marco Aurélio dos Santos; Estratégia para potencializar seu negócio, com Marcos Batista, da Studio Marcos Batista; A indústria brasileira de móveis: Mercados e cenários, por Marcos Lelis, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). 
No último dia também ocorrerão: Tecnologia: o futuro da indústria, com Marcos Muller, da SCM Tecmatic; e Dimensões da sustentabilidade nos pequenos negócios, que ficará a cargo do Sebrae.
Informações adicionais no site: www.fimma.com.br.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia