Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 14 de fevereiro de 2017. Atualizado às 21h29.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Carlos Pires de Miranda

De Olho na tevê

Notícia da edição impressa de 15/02/2017. Alterada em 14/02 às 21h18min

Princesa do Solimões, pois é...

Hoje é certo que o Inter vai vencer, o adversário é ridiculamente inferior, a ponto de aceitar R$ 80 mil de quota para levar o jogo a Cascavel (PR). Só não se poderá tomar o resultado de campo como algo além de um treino. Será útil para observações do técnico Zago, ainda em busca de um time capaz de melhorar seu modestíssimo desempenho no Gauchão e fazer o clube chegar longe na Copa do Brasil. Este será o desafio colorado mais importante em 2017, tábua de salvação para quem está relegado a jogar a Série B - embora não consiga vencer sequer um dos gaúchos da Série D.
Um soturno 2017 para o Inter
Ver o Grêmio quebrar sua hegemonia no Gauchão seria o menos traumático, nosso estadual não tem sido prioridade para a dupla. Ruim é o que esta temporada prenuncia para os colorados. Sem poder exigir muito da novel comissão técnica, sem um grupo forte para competições além da Série B, o Inter ainda sofre com dificuldades financeiras. Deve parte da remuneração de novembro e dezembro aos jogadores e uma recuperação exigiria receitas extras, como as da venda de atletas. Só que não há notícia de transações iminentes, sequer de interesse em alguém do elenco.
Sem Wallace e Douglas
Posso me enganar, mas tudo indica que o substituto de Douglas não existe no Grêmio - Bolaños não é do lugar, o time teria de modificar a forma de jogar. Renato precisará improvisar em campo e a diretoria fora dele, arranjando uma solução que não estraçalhe os bem preservados cofres do clube. Enquanto isso, Palmeiras, Flamengo e Atlético-MG se esbaldam em retumbantes contratações, o Santos mostra bom futebol e, considerando apenas os brasileiros, a parceria para ganhar a Libertadores vai ficando pesada. Ainda faltam três semanas até a estreia, mas já estive mais otimista.
Pitacos
*** De São Paulo, o repórter Eduardo Savoia informa: Corinthians repassou lista com cinco nomes para o Inter escolher dois. Em troca, quer Nico López.
*** Ao final da partida contra a Colômbia o goleiro Caíque ofendeu os jornalistas, dirigindo-se à câmera do SporTV. "Vocês só querem cornetear", vociferou, em meio a pesados palavrões.
*** Assinado um novo acordo, os canais Fox voltaram ao ar na Sky: cobertura completa da Libertadores e intensa programação esportiva. Ótimo.
*** "Quer dizer que um médico passa uma semana na Europa e volta operando?" O autor da pergunta foi Renato Portaluppi, na ESPN, explicando por que não dá valor a técnico que estuda.
*** Por brigarem contra torcedores do Flamengo, 32 corintianos ficaram presos por vários meses no Rio. Tudo certo, mas após os desoladores episódios de domingo no Engenhão, quais serão as penalidades?
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia