Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017. Atualizado às 20h45.

Jornal do Comércio

Viver

COMENTAR | CORRIGIR

série

Notícia da edição impressa de 17/02/2017. Alterada em 16/02 às 20h04min

Aposta da HBO para 2017, Big Little Lies estreia neste fim de semana

Shailene Woodley, Reese Witherspoon e Nicole Kidman protagonizam nova série da HBO

Shailene Woodley, Reese Witherspoon e Nicole Kidman protagonizam nova série da HBO


HBO/DIVULGAÇÃO/JC
Uma das grandes apostas da HBO para 2017 estreia neste fim de semana. Com exibição simultânea no Brasil, a aguardada Big little lies começa às 23h de domingo e traz como principal atrativo um elenco já conhecido pelo público.
O alvo da trama é o público feminino e as relações que as mulheres criam entre si. Big Little lies conta a história de três mães com diferentes obsessões, medos e inseguras cujo elo de ligação é o fato de seus filhos estudarem na mesma escola, em Monterey, Califórnia. O clima de tranquilidade da pacata cidade cai por terra quando um assassinato ocorre no colégio, o que dá início a uma sequência de revelações, mentiras e rivalidades. Por mais que o enredo pareça batido e recorrente e até lembre Desperate Housewives, o que dá o tom à série são os segredos e interações sociais, além, é claro, do mistério a ser desvendado ao longo dos sete episódios.
Como protagonistas, a série traz um elenco renomado. Já é comum na HBO fazer o caminho inverso e escalar atores de cinema para suas séries. Nicole Kidman, Shailene Woodley e Reese Whiterspoon formam o elenco ao lado de Alexander Skarsgard, Laura Dern, Adam Scott, Zoe Kravitz, James Tupper e Jeffrey Nordling.
Big little lies é baseada no best-seller de mesmo nome escrito pela australiana Liane Moriarty. A autora ficou conhecida pelo sucesso de O segredo de meu marido, obra que também aborda o drama familiar e mistérios da vida privada. A produção da série foi feita pelas próprias atrizes, que viram no programa uma chance de representar mulheres sob diferentes perspectivas. Após ler o livro, Reese, amiga íntima de Nicole Kidman, a convidou para coproduzir o seriado a seu lado.
Quem dirige a série é Jean-Marc Vallée, do vencedor do Oscar Clube de Compras Dallas, em seu primeiro grande trabalho para a televisão. No entanto, outros projetos já estão na agenda do diretor, na própria HBO, como a adaptação do livro Objetos cortantes, de Gillian Flynn, que será protagonizada pela atriz Amy Adams.
As três principais personagens se distinguem em personalidade e representam estereótipos clássicos do ambiente de alto nível social. Reese Whiterpoon vive Madeline, uma mulher cheia de energia e boas intenções que, por vezes, se intromete demais na vida dos outros. Sua compulsão para que as coisas aconteçam da maneira correta tem consequências não intencionais e gera momentos engraçados ao longo da série. Esse não é a primeira vez que Resse trabalha com Jean-Marc Vallée, cuja parceria em Livre lhe rendeu uma indicação ao Oscar de melhor atriz.
Nicole Kidman interpreta Celeste, uma mulher de beleza indiscutível casada com um homem mais novo. Elegante e madura, ela parece ter o triângulo perfeito: filhos gêmeos, saúde e um casamento perfeito. Já Shailene Woodley, que ficou conhecida pelos filmes da saga Divergente, é Jane, uma mãe solteira com passado misterioso, recém-chegada em Monterey e não inserida na complicada dinâmica hierárquica da escola onde seu filho estuda.
A narrativa é contada pela visão dessas três mulheres e o drama promete ir além da temática de maus-tratos infantil, explorando de forma cômica, graças ao papel de Whitherspoon, a batalha viciosa por poder e status, as contradições e a fachada idealizada de casamento, sexo, maternância e amizade. A convivência entre diferentes mulheres propõe expor o quanto as personagens se desdobram para parecerem perfeitas e quão frágil são as aparências.
A série promete dar espaço para histórias individuais dos personagens, como o motivo que levou Jane a se mudar para a região ou o que se passa no casamento aparentemente perfeito de Celeste. O uso de flashbacks também estará presente para contar e explicar fatos da trama, cuja adaptação do roteiro foi feita por David E. Kelley, de Ally McBeal e Boston Legal. A HBO ainda não se pronunciou sobre uma segunda temporada.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia