Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 11 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h34.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Tribunal de Justiça

Notícia da edição impressa de 12/01/2017. Alterada em 11/01 às 22h35min

TJ mantém condenação de Danrlei por danos morais

A 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) negou parcialmente provimento a recurso e manteve a condenação por danos morais contra o deputado federal Danrlei de Deus (PSD) em ação movida por duas funcionárias do Hotel Maerkli, de Santo Ângelo.
As camareiras ingressaram na Justiça alegando terem sido acusadas do furto de uma aliança, fato negado pelo parlamentar. O caso ocorreu em setembro de 2012. O valor da indenização, porém, foi reajustado. Cada uma das ofendidas receberá R$ 7,5 mil, metade do estabelecido anteriormente pelo Juízo da Comarca de Santo Ângelo. Depois de analisar os depoimentos das partes e testemunhas, o relator do recurso no TJ, Jorge Alberto Schreiner Pestana, concluiu estarem "presentes os requisitos autorizadores do reconhecimento da responsabilidade civil, já que configurada a prática da conduta abusiva por parte do requerido".
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia