Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 09 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h41.

Jornal do Comércio

Opinião

CORRIGIR

Artigo

Notícia da edição impressa de 10/01/2017. Alterada em 09/01 às 22h41min

65 anos da Afisvec

Abel Henrique Ferreira
Em 10 de janeiro de 1952, nascia a Affisvec - Associação dos Funcionários Fiscais do Imposto de Venda e Consignação, o IVC, imposto que hoje se chama ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Ela representa a carreira dos auditores-fiscais da Receita Estadual, responsáveis pelo recolhimento do maior tributo do Estado. Em 1967, o IVC passou a se chamar ICM, suprimiu-se um F e ficou somente Afisvec. De acordo com a Constituição Federal, a atividade fiscal é considerada essencial ao funcionamento do Estado, pois, sem os recursos tributários, os governos não poderiam cumprir com suas funções e inviabilizariam os investimentos em segurança, saúde e educação. Daí a importância de uma entidade sólida, empenhada em buscar melhorias e modernizações na administração tributária.
Ao decorrer dos anos, a associação foi ganhando força e notoriedade, devido ao seu trabalho na valorização da carreira, e na conscientização da opinião pública para a importância do tributo e para a prática da justiça fiscal. Devido à necessidade de atualização e aperfeiçoamento dos servidores da Fazenda do Estado, a entidade criou a Escola Afisvec, oferecendo cursos não só aos auditores-fiscais, mas também aos contribuintes e demais operadores do Direito.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia