Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 10 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h39.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

saúde

Notícia da edição impressa de 11/01/2017. Alterada em 10/01 às 21h30min

Mortes por tabagismo devem chegar a 8 milhões anuais em 2030, afirma OMS

As mortes relacionadas ao tabagismo devem aumentar de 6 milhões para 8 milhões por ano em 2030, de acordo com estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos. Mais de 80% das mortes devem ocorrer em países de baixa e média renda, onde vivem a maioria dos fumantes.
O levantamento defende que políticas antitabagismo, como taxação e aumento do preço do cigarro, podem gerar "economia significante" para os governos em saúde e produtividade. Segundo os especialistas, o tabaco é a maior causa evitável de morte no mundo, sendo responsável por casos de câncer e doenças do coração.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia