Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 10 de janeiro de 2017. Atualizado às 10h12.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

09/01/2017 - 20h01min. Alterada em 09/01 às 20h02min

Vigilância flagra carne com validade vencida em loja do Zaffari em Porto Alegre

Ficalização sanitária flagrou carne e embutidos com validade vencida e peças sem procedência

Ficalização sanitária flagrou carne e embutidos com validade vencida e peças sem procedência


DIVULGAÇÃO/PMPA
Fiscalização da Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (CGVS/SMS) de Porto Alegre flagrou alimentos com validade vencida na loja do Supermercado Zaffari, localizado na avenida Ipiranga próxima à rua Vicente da Fontoura. A operação no Zaffari Ipiranga, como é conhecido, foi determinada pelo Ministério Público Estadual (MPE) e ocorreu nesse domingo (8).
Foram encontrados e inutilizados 52 quilos de carne bovina industrializada e um quilo de mortadela em cartela com validade vencida e 1,3 quilo de carne de ovino sem procedência. Os técnicos do órgão também encontraram câmaras frias com presença de mofo no teto, piso e parede necessitando de reparos, condensador e tubulação aérea precários. Na área de depósito de alimentos, o piso e parede necessitavam de reparos e o teto apresentava problemas de infiltração.
{'nm_midia_inter_thumb1':'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2017/01/09/206x137/1_imagem165987-1425475.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5873f887ee3aa', 'cd_midia':1425475, 'ds_midia_link': 'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2017/01/09/imagem165987-1425475.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '600', 'cd_midia_h': '399', 'align': 'Left'}
Vigilância registrou mofo nas câmaras frias. FOTO: PMPA/Divulgação
Essa é a segunda fiscalização realizada pela vigilância no estabelecimento. Por meio de nota, a médica veterinária da CGVS/SMS, Ana Helena Maia, destaca que, na primeira vistoria, em setembro de 2016, foram indicados reparos que não foram realizados, segundo a constatação na visita do último domingo.
Entre as irregularidades, apontou o serviço de saúde, estão a ausência de um responsável técnico (RT) para a unidade inspecionada. Ana Helena explica que normativa do Conselho Regional de Medicina Veterinária determina que um RT pode atender, no máximo, seis estabelecimentos. No caso do Zaffari, a médica veterinária conta que apenas um veterinário atende as 24 lojas instaladas na Capital. O estabelecimento recebeu um auto de infração pela reincidência dos problemas. A fiscalização enviará relatório ao MP.
Em nota, o Grupo Zaffari informa que os produtos apreendidos não estavam expostos para a venda aos consumidores. A empresa explica ainda que a loja passa por reformas e 26 novos equipamentos de refrigeração estão em processo de instalação. O Zaffari garante que tem quatro responsáveis técnicos pelas lojas. Por fim, a empresa reforça que está tomando todas as medidas necessárias para se adequar às exigências da Vigilância em Saúde.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Sergio 10/01/2017 08h42min
ECONOMIZAR É COMPRAR BEM! Zafari até tu? Absurdo, inacreditável essa abalou a CREDIBILIDADE.