Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 11 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h34.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Inter

Notícia da edição impressa de 12/01/2017. Alterada em 11/01 às 21h41min

William e Anderson na 'geladeira'

Roberson foi única cara nova em retorno às atividades

Roberson foi única cara nova em retorno às atividades


INTER/DIVULGAÇÃO/JC
As saídas acabaram sendo mais assunto do que as chegadas na reapresentação do Inter, ontem, no CT Parque Gigante. Tendo o atacante Roberson como único reforço, a atenção se voltou para as ausências de Anderson e William, que negociam com outros clubes e treinam em separado até que suas situações se definam.
As últimas atitudes de William, que não quis renovar contrato e alegou, em nota, ter o sonho de jogar na Europa, irritaram a direção. O vice de futebol, Roberto Melo, foi duro ao comentar a situação. "Gostaria que o sonho dele fosse trazer o Inter de volta à Série A. Não posso escolher os sonhos dele, mas posso obrigá-lo a cumprir um ano e quatro meses de contrato", disparou.
O lateral-direito negocia com o Wolfsburg, da Alemanha, e tem contrato até abril do ano que vem. Ou seja, se não for vendido agora, poderá assinar pré-contrato em outubro, sem que o Inter receba um centavo por sua saída.
Já o meia Anderson está em tratativas com um clube brasileiro, onde jogará por empréstimo. O jogador desejava ficar no Inter, mas o alto salário e o baixo desmpenho fazem com que sua saída seja vista com bons olhos no Beira-Rio.
Outra ausência foi Alex, que rescindiu contrato com o clube. Em uma rede social, o meia declarou orgulho por ter vestido a camisa do Inter, mas disse estar "com o coração triste".
Na reapresentação, a palavra de ordem era resgatar a grandeza da instituição, abalada após o rebaixamento para a Série B. Durante sua fala, o técnico Antônio Carlos Zago citou o exemplo do Corinthians, que disputou a segunda divisão em 2008. "Em quatro anos, chegaram ao título mundial. Não queremos subir como outros clubes, na última ou penúltima rodada, mas bem antes disso", frisou Zago.
"O Inter sempre foi e sempre será grande. Vamos aprender com isso e recolocar o Inter na Série A. É um compromisso para todos que estão aqui", acentuou o presidente Marcelo Medeiros. O ídolo D'Alessandro, de volta ao clube depois de empréstimo ao River Plate, foi outro destaque da reapresentação. Prováveis reforços, o zagueiro Neris e o lateral Uendel são esperados para os próximos dias.
Até domingo, o elenco participará de testes e atividades físicas no CT do Parque Gigante. Entre os dias 16 e 25 de janeiro, o Inter ficará concentrado no hotel Vila Ventura, em Viamão, onde será realizada a segunda etapa da pré-temporada. O primeiro compromisso do ano será em 29 de janeiro, fora de casa, contra o Veranópolis, pelo Campeonato Gaúcho.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia