Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 11 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h34.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Infraestrutura

Notícia da edição impressa de 12/01/2017. Alterada em 11/01 às 20h23min

PAC recebeu R$ 42 bilhões em 2016

Brasília - O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira durante entrevista após reunião do Núcleo de Infraestrutura, no Palácio do Planalto (José Cruz/Agência Brasil)

Brasília - O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira durante entrevista após reunião do Núcleo de Infraestrutura, no Palácio do Planalto (José Cruz/Agência Brasil)


JOSÉ CRUZ/ABR/JC
O governo federal desembolsou R$ 42 bilhões para pagamento de obras previstas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em 2016. Em reunião ontem no Palácio do Planalto, ministros do Núcleo de Infraestrutura do governo apresentaram um balanço das ações do setor ao presidente Michel Temer. "Os ministérios mostraram que o pagamento de suas obras estão em dia e que conseguiram equilibrar o pagamento das obras com o cronograma de execução", disse o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira.
Com as contas em dia, o governo dará início agora ao planejamento dos desembolsos a serem feitos neste ano e no próximo. "O presidente (Michel Temer) orientou para que iniciemos o processo de planejamento para 2017 e 2018", disse o ministro.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia