Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 11 de janeiro de 2017. Atualizado às 07h34.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

orçamento

Alterada em 11/01 às 08h38min

Governo federal publica sanção da Lei Orçamentária de 2017

No exercício da Presidência da República durante viagem do presidente Michel Temer a Portugal, Rodrigo Maia sancionou a Lei Orçamentária de 2017. A sanção foi publicada no Diário Oficial (DOU) desta quarta-feira (11). O orçamento fixa receitas e despesas fiscais e da seguridade social em R$ 3,415 trilhões, incluindo o refinanciamento da dívida pública. As despesas com investimentos estão previstas em R$ 90,027 bilhões.
Por órgão, a maior fatia do orçamento irá para o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, responsável pelo pagamento de benefícios previdenciários, que receberá R$ 661,5 bilhões. Em seguida está a pasta da Saúde, com R$ 125,3 bilhões e da Educação, com R$ 107,5 bilhões. As transferências para Estados e municípios foram orçadas em R$ 247,2 bilhões.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia