Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 11 de janeiro de 2017. Atualizado às 07h34.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

11/01/2017 - 08h35min. Alterada em 11/01 às 08h35min

Bolsas europeias operam em baixa, com investidores relutantes à espera de Trump

As bolsas europeias operam majoritariamente em baixa na manhã desta quarta-feira (11), com os investidores mostrando relutância em comprar ações antes da primeira coletiva de imprensa do presidente eleito dos EUA, Donald Trump.
Há expectativa de que Trump, que fala a partir das 14h (de Brasília), revele algo sobre seus planos de estímulos fiscais, que geraram forte especulação nos últimos meses, e detalhe o futuro de seus negócios empresariais.
O clima de incertezas antes da coletiva, a primeira de Trump desde sua vitória na corrida presidencial dos EUA em novembro, desestimula o apetite por risco nos mercados da Europa.
Logo mais, às 7h30 (de Brasília), o Reino Unido divulga indicadores da produção industrial e da balança comercial referentes a novembro.
Às 7h15 (de Brasília), a Bolsa de Londres se mantinha estável, enquanto Paris recuava 0,60% e Frankfurt cedia 0,38%. Entre mercados europeus considerados periféricos, Madri, Milão e Lisboa caíam 0,56%, 0,53% e 1,02%, respectivamente. No câmbio, o euro se enfraquecia, a US$ 1,0544, e a libra esterlina seguia a mesma direção, cotada a US$ 1,2143.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia