Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 10 de janeiro de 2017. Atualizado às 16h27.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 10/01 às 17h28min

Ouro fecha em leve alta apoiado por dólar fraco e proximidade do Ano Novo lunar

O contrato futuro de ouro fechou em alta na sessão desta terça-feira, impulsionado pelo enfraquecimento do dólar e por um aumento da demanda antes do Ano Novo lunar na China e cobertura de posições curtas por parte dos investidores.
O ouro para fevereiro, negociado na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fechou em alta de 0,05%, a US$ 1.185,50 por onça-troy. É o maior nível do ouro em seis semanas.
Os preços do ouro avançaram na sessão desta terça, ajudados por um dólar fraco, que fez com que as commodities fossem negociadas a preços mais baratos para investidores que operam em outras divisas.
Segundo alguns investidores, a proximidade do Ano Novo lunar também influenciou os preços do metal. "O ouro parece estar se comportando como de costume em janeiro, com um aumento da demanda antes do Ano Novo lunar chinês, que acontece em 28 de janeiro", disse David Govett, chefe de metais preciosos da corretora Marex Specton.
Ainda segundo Govett, os investidores começaram a comprar mais o ouro devido ao "grande desconhecido" que a presidência de Donald Trump representa. Na quarta-feira, 11, Trump dará sua primeira entrevista coletiva desde que venceu as eleições presidenciais americanas em novembro. A coletiva terá início às 14 horas (de Brasília).
Além disso, os investidores podem estar cobrindo posições curtas, segundo a analista de metais preciosos do UBS, Joni Teves. Ela afirmou que o ouro pode beneficiar de compradores que estão investindo no metal para proteger suas apostas de que os preços irão cair. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia