Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 04 de janeiro de 2017. Atualizado às 19h55.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 04/01 às 21h03min

Petrobras conclui venda da Petrobras Chile; entrada em caixa é de US$ 380 milhões

A Petrobras concluiu nesta quarta-feira, 4 a operação de venda de 100% da Petrobras Chile Distribuición (PCD) para a Southern Cross Group. O valor da entrada de caixa resultante da operação foi de US$ 470 milhões, dos quais US$ 90 milhões foram oriundos da distribuição de dividendos líquidos de impostos da PCD, ocorrida em 9 de dezembro, e os demais US$ 380 milhões foram pagos hoje. Este valor, segundo a empresa, ainda está sujeito a ajustes finais.
A PCD é a companhia de distribuição de combustíveis da Petrobras no Chile e possui 279 postos de serviços, uma unidade de lubrificantes, oito terminais de distribuição, operações em 11 aeroportos e participação em duas empresas de logística. A operação também inclui o licenciamento das marcas Petrobras e Lubrax, por um período de oito anos, podendo ser renovado.
A Southern Cross Group é um fundo de private equity, com US$ 2,9 bilhões em ativos sob gestão, e com foco em investimentos na América Latina, em empresas nos setores industriais, de serviços, logística e de produtos de consumo.
"A operação é parte integrante do plano de parcerias e desinvestimentos 2015-2016, que atingiu US$ 13,6 bilhões no biênio. A venda está alinhada ao Plano Estratégico da Petrobras que prevê a otimização do portfólio de negócios", afirma a estatal.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia