Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 07 de janeiro de 2017. Atualizado às 11h26.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Affonso Ritter

Observador

Notícia da edição impressa de 06/01/2017. Alterada em 07/01 às 12h27min

SOS para o Centro Histórico

"Sou do tempo em que se colocava a melhor roupa para vir ao Centro, e eu o fazia nos anos 1960, ficando com minha turma, na frente da Malcon para ver o desfile das meninas do Bom Conselho e Sevigné", escreve o administrador do Condomínio Sulacap, Wolney Andrade Santos, pedindo socorro para esta região de Porto Alegre, agora "triste, suja e infeliz". Nela se misturam moradores de rua, catadores de lixo, vendedores de tudo o que é produto e feirantes com negócios nas esquinas da Borges e Andrades Neves, Borges e Salgado Filho, no meio da Borges e na passarela do edifício Sulacap, preservado pelo patrimônio histórico. Estes, por sinal, fazem uma gritaria, o dia inteiro, sujam toda a calçada, e impedem o deslocamento dos pedestres. Em dia de chuva, é o caos.
Sem autoridade
As pessoas idosas, deficientes visuais, cadeirantes ou que necessitam de auxílio de bengala ou outro acessório, esbarram nos caixotes dos feirantes, ou pisam nos produtos expostos no chão, continua o administrador. E, pior, eles não obedecem a nenhuma autoridade, Smicn, Guarda Municipal ou EPTC.
No Alpen Park
O Alpen Park, de Canela, prepara uma série de novidades para 2017, sendo uma delas na área de gastronomia. Segundo o diretor Renato Fensterseifer, já existe um projeto elaborado por engenheiros e arquitetos para um restaurante no local, com vista panorâmica para o vale. A meta agora é encontrar um parceiro.
Renner capacita
A PPG Tintas Renner capacitou 1.350 pessoas em 2016 em cursos na fábrica de Gravataí, destinados a seu público (arquitetos, colaboradores, pintores, parceiros, estudantes). Foi para transmitir noções de aplicação, tipo de materiais e acabamentos, além de cuidados e maneiras corretas de trabalhar com as tintas.
Governo e bandidos
"Quando todas as armas forem propriedade do governo e dos bandidos, estes decidirão de quem serão as outras propriedades", frase de Benjamim Franklin, morto há 226 anos, lembrada pelo advogado Nielon Escouto com a pergunta "tem algo parecido com o momento atual?".
Independência para os idosos
Uma empresa gaúcha, a IrisSenior, vem apostando de forma pioneira, há 4 anos, na independência do idoso, oferecendo a ele um serviço de teleassistência, com destaque para o sensor de queda. O pingente o anima a morar sozinho, porque permite acionar rapidamente família e profissionais treinados, em caso de emergência. A empresa atende hoje através de 19 unidades espalhadas pelo país 24 horas por dia, sete dias por semana. Seu uso reduz custos para operadoras de planos de saúde e hospitais, e evita custos com enfermagem. "Oferecemos maior qualidade de vida, autonomia, tranquilidade e segurança às pessoas adultas e maduras", resume sua tarefa a fundadora e psicóloga Marli Ellwanger.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia