Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h49.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Partidos

Notícia da edição impressa de 28/12/2016. Alterada em 27/12 às 20h58min

PT perde receita com dízimo e faz seu ajuste fiscal

Enquanto se opõe às medidas de cortes de despesas públicas propostas pelo governo Michel Temer (PMDB), o PT faz o seu próprio ajuste fiscal.
Com a redução do "dízimo" proveniente de cargos comissionados no governo federal perdidos depois do impeachment de Dilma Rousseff (PT) e a derrota histórica nas eleições municipais de outubro, o partido foi obrigado a cortar despesas. Segundo a direção petista, a queda da receita levou até à demissão de funcionários.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia