Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de dezembro de 2016. Atualizado às 00h15.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Justiça

Notícia da edição impressa de 21/12/2016. Alterada em 21/12 às 01h15min

Nelson Marchezan interrompe ações judiciais

O prefeito eleito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior (PSDB) decidiu não dar continuidade às ações populares movidas por ele contra o Tribunal de Justiça, Ministério Público, Tribunal de Contas e Assembleia Legislativa, todos do Rio Grande do Sul.
Os quatro processos em tramitação na Justiça foram abertos quando ele era deputado estadual. Nelson Marchezan exigia a nulidade e o ressarcimento para o erário de pagamentos acima do teto constitucional, da URV e de auxílio-moradia.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia