Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de dezembro de 2016. Atualizado às 00h15.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Notícia da edição impressa de 21/12/2016. Alterada em 20/12 às 23h51min

Verão será marcado por chuva irregular

Estação, que começa às 8h44min de hoje, terá temperaturas próximas ou acima da média histórica

Estação, que começa às 8h44min de hoje, terá temperaturas próximas ou acima da média histórica


JC
O verão começa hoje, às 8h44min, no Hemisfério Sul, com um La Niña (fenômeno que favorece um tempo mais seco) muito fraco e que, em breve, será neutralizado, segundo a MetSul Meteorologia. Desta forma, o padrão atmosférico no Rio Grande do Sul na estação mais quente do ano não fica bem definido, ao contrário de quando é dominado pelo El Niño, mais chuvoso, ou pelo La Niña.
A irregularidade da chuva será mais acentuada neste verão. Haverá áreas do Rio Grande do Sul nas quais choverá menos do que a média, e em outras terá muita precipitação. Ocorrerão, ainda, episódios de chuva intensa, com elevados volumes, intercalados com períodos relativamente longos de escassez.
"A má distribuição temporal (quando chove) e espacial (onde chove) das precipitações é normal no verão gaúcho e tende a ser maior no primeiro trimestre de 2017", estima Estael Sias, meteorologista da MetSul. De acordo com ela, já no final da primavera, era possível perceber chuva abaixo da média em algumas áreas do Rio Grande do Sul, o que prejudicou a produção de milho em pontos da Metade Norte.
As regiões Norte, Leste e Nordeste terão maior propensão a episódios de chuva volumosa, sobretudo no Litoral Norte, que sofre com a influência de correntes de umidade comuns nesta época do ano no Sudeste do Brasil e nos litorais de Santa Catarina e Paraná. Como de praxe, o verão também será marcado por pancadas de chuva isoladas e passageiras da tarde para a noite em dias de calor e umidade altos. Há incidência, por vezes, de temporais com vento e granizo.
A MetSul projeta uma estação com temperaturas próximas ou acima da média histórica na maioria dos municípios gaúchos. As máximas podem superar os 40 graus. É provável que haja dias de temperatura amena, especialmente no Sul e no Leste gaúchos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia