Páginas 3 e 4 do caderno GeraçãoE de 12 de janeiro de 2016 Páginas 3 e 4 do caderno GeraçãoE de 12 de janeiro de 2016 Foto:

A favela por um outro ponto de vista

As favelas são retratadas nos jornais, normalmente, na página policial, por conta de crimes ou tráfico de drogas. Existe um estereótipo de que são ambientes carentes, violentos e rodeados de tragédias. A verdade é que podem ser potentes de ideias e repletos de pessoas empoderadas e empreendedoras.
E isso já justifica as matérias que produzimos para este caderno. Reportagens que levaram nossa equipe para dentro da realidade dos entrevistados - literalmente. O repórter Ulisses Miranda, o fotógrafo Marcelo G. Ribeiro e o motorista Júlio César da Cunha passaram horas na Vila Cruzeiro, em Porto Alegre, para mostrar como um barbeiro tem um fluxo de 50 clientes por dia. Volume de causar inveja a muitos empresários da luxuosa rua Padre Chagas, no Moinhos de Vento, por exemplo.
O assunto é tão vasto que virou tema de um livro publicado recentemente. O autor de A riqueza das favelas: o empreendedorismo entre morros e vielas conversou conosco e contou como foi seu trabalho de captação de informações na Rocinha, no Rio de Janeiro, e na Villa 31, na Argentina.
Essas pessoas provam que a periferia vai ajudar, cada vez mais, o Brasil a deslanchar. E que quem tem visão de negócio faz ele crescer e se desenvolver em qualquer circunstância.
#vamos
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( 0 )
Deixe um comentário

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio