Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 04 de janeiro de 2017. Atualizado às 12h04.

Jornal do Comércio

JC Contabilidade

COMENTAR | CORRIGIR

fala profissional

Notícia da edição impressa de 04/01/2017. Alterada em 03/01 às 21h34min

O que representa o fim dos emissores gratuitos de NF-e?

Marcelo Lombardo é sócio-fundador da Omiexperience

Marcelo Lombardo é sócio-fundador da Omiexperience


OMIEXPERIENCE /OMIEXPERIENCE/DIVULGAÇÃO/JC
Marcelo Lombardo
O fim do emissor gratuito de NF-e do Sefaz, neste final de 2016, é a bola da vez, e muitas empresas e entidades estão oportunamente pegando carona nessa novidade para oferecer alternativas gratuitas ao pequeno empresário que agora está ficando órfão. Essas empresas e entidades se colocam como "os grandes salvadores e aliados ao sofrido empreendedor brasileiro". Fica mais ou menos assim: "o governo descontinuou o emissor gratuito e agora está obrigando todos os pequenos empresários a ter mais um custo, mas nós, da empresa/entidade X, estamos aqui para lhe salvar desse governo malvado".
Esse novo posicionamento é mais uma pérola do velho e bom marketing pega trouxa brasileiro. Vamos desconstruir parte por parte, começando com o governo, que apenas está saindo de um buraco que, na verdade, nunca deveria ter entrado. No tempo da Nota Fiscal em papel, o governo dava blocos gratuitos? Disponibilizava gráfica grátis? Claro que não.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Ivar Spanholi 04/01/2017 10h02min
13.12.16 - Fonte: AICS/SEFAZ nnnnEmissão da NF-e avulsa permanece disponível e gratuitannA Receita Estadual esclarece aos contribuintes gaúchos que os programas para emissão de NFA-e (Nota Fiscal Avulsa Eletrônica) presentes no site da Secretaria da Fazenda (www.sefaz.rs.gov.br) não sofrerão qualquer alteração, permanecendo disponíveis e gratuitos aos interessados. Os programas são destinados à emissão de NF-e por empresas inscritas na Sefaz-RS com número reduzido de notas fiscais, por produtore