Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 01 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h23.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

consumo

Notícia da edição impressa de 02/01/2017. Alterada em 01/01 às 22h10min

Smartphones têm novas marcas

Quantum apresenta diferentes modelos de celulares

Quantum apresenta diferentes modelos de celulares


DIVULGAÇÃO/JC
Desejo de consumo entre os brasileiros, os smartphones lideram a lista de compras deste fim de ano ostentando preços elevados e uma seleção de marcas ainda pouco conhecidas da maior parte do público. Num mundo além das linhas Galaxy, da Samsung, e iPhone, da Apple, uma nova geração de nomes como Quantum, Zenfone, Pop, Vibe, Fly, Müv e Idol vêm ganhando cada vez mais adeptos no Brasil e fazendo forte investimento no varejo. Impossível não notar a força das novatas, que, juntas, diz a consultoria IDC já somam 22,9% do mercado nacional.
Mas, apesar da concorrência e do aumento da escala, os preços seguem elevados. O valor médio de um smartphone chegou ao fim de setembro a R$ 962,92, alta de 11% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando havia ficado em R$ 865,53. A estimativa é que o preço chegue ao fim deste ano oscilando entre R$ 950 e R$ 980. E isso tudo apesar dos descontos dados pelas teles em suas lojas, que, em alguns casos, chega a 50%.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia