Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de novembro de 2016. Atualizado às 21h53.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

União Europeia

Notícia da edição impressa de 25/11/2016. Alterada em 24/11 às 16h14min

Parlamento pede suspensão das negociações de adesão da Turquia

O Parlamento Europeu pediu nesta quinta-feira a suspensão das negociações de adesão da Turquia à União Europeia (UE) devido à repressão "desproporcional" em curso desde a tentativa de golpe de estado em 15 de julho. A medida carrega o risco de exacerbar as tensões entre Ancara e Bruxelas.
Em uma resolução não vinculativa aprovada por ampla maioria, os eurodeputados pediram um "congelamento temporário" do processo de adesão iniciado em 2005. O texto, apoiado pelos quatro principais grupos no Parlamento - conservadores, socialistas, liberais e verdes-, foi aprovado por 479 votos a favor, 37 contra e 107 abstenções. "Essa é uma grande vitória e a primeira antes de obtermos mais", reagiram os eurodeputados conservadores franceses Philippe Juvin e Arnaud Danjean (LR) em um comunicado. "A Turquia é um parceiro estratégico da UE, mas não deve ser um membro", disseram.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia