Luiz Antônio Scarton criou o produto pela necessidade de obter um chimarrão de qualidade Luiz Antônio Scarton criou o produto pela necessidade de obter um chimarrão de qualidade Foto: ARQUIVO AFUBRA/Divulgação/JC

Empreendedor cria secador elétrico para cuias

O produto elimina o mofo e o cheiro do recipiente

Luiz Antônio Scarton, 57 anos, de Ijuí, criou um secador elétrico para cuias. A novidade promete eliminar o mofo e o azedume dos recipientes. Disponível em dois modelos, o produto funciona nas voltagens 110v e 220v ou no plug de isqueiro dos automóveis.
O equipamento doméstico custa R$ 50,00; o móvel, R$ 60,00. O empreendedor pretende lançar, ainda este ano, um tipo híbrido, que tenha as duas entradas de energia. Este deve custar R$ 75,00. Os itens podem ser comprados através da página do Facebook Secador de Cuias. As entregas são feitas pelo correio. 
Após 10 anos de testes, o secador foi lançado em 2014 e hoje possui mais de 2 mil unidades fabricadas e prontas para entrega. Um apreciador do chimarrão, Luiz criou o objeto – já patenteado - pela vontade de ter uma bebida de qualidade.
“Quem já não sentiu no último golinho de mate um gostinho de mofo? Se tu cheirares a cuia uma hora depois de lavar, tu vais sentir um cheiro de azedo e mofo. Então, eu tentei tudo o que dizem: colocava a cuia atrás da geladeira, na boca do fogão, secador de cabelo. Mas não adiantava. Criei porque queria tomar um mate sadio”, esclarece.
O empreendedor também explica que uma cuia mofada faz com que a bebida fique “aguada”. O secador, além de aumentar a vida útil da cuia, prolongaria o sabor do chimarrão. “Tu vais sentir melhor o gosto da erva. Se a cuia está ruim, tu achas que qualquer erva é ruim, enquanto o que está ruim mesmo é a cuia”, elucida.
Há seis meses o projeto dos secadores está incubado pela Criatec de Ijuí. O objetivo é estudar os tipos de fungos que se hospedam no recipiente e melhorar o produto. Luiz também está desenvolvendo um esterilizador de cuia, que ainda não tem data para lançamento. O empreendedor se dedica, ainda, à sua empresa Alambique Bel Vedere, que comercializa bebidas alcoólicas.
>> Entenda como funciona o secador de cuias
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( )
Deixe um comentário

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio