Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de outubro de 2016. Atualizado às 15h31.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

investigação

10/10/2016 - 10h55min. Alterada em 10/10 às 15h33min

Prefeito eleito de Monte Belo do Sul é preso em investigação por desvio de verbas públicas

Adenir José Dallé foi preso em casa por posse ilegal de arma

Adenir José Dallé foi preso em casa por posse ilegal de arma


Polícia Civil/Divulgação/JC
Atualizada às 15h30.
O prefeito eleito de Monte Belo do Sul, Adenir José Dallé (PMDB), foi preso em flagrante nesta segunda-feira (10) por posse ilegal de arma de fogo, durante investigação de desvio de verba pública da Delegacia Fazendária do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). Segundo o delegado que cuida do caso, Daniel Mendelski, ele foi detido em sua residência por posse irregular de arma, e foi lavrado o flagrante. Dallé foi liberado mediante o pagamento de fiança.
Segundo as investigações, Dallé e um ex-procurador do município da Serra gaúcha são suspeitos de terem se apropriado de honorários advocatícios de uma causa trabalhista da cidade ganha contra o INSS em 2009. Na época, Dallé era prefeito da cidade. O Tribunal de Contas cobrou a devolução do montante, mas o dinheiro não foi repassado.
A Polícia Civil cumpriu na manhã desta segunda três mandados de busca e apreensão, dois no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre, na casa e escritório de um ex-procurador do município, e um na casa do ex-prefeito e agora prefeito eleito de Monte Belo do Sul.
Segundo o delegado que cuida do caso, Daniel Mendelski, ele foi detido em sua residência por posse irregular de arma, e foi lavrado o flagrante. Dallé seria preso, mas foi liberado mediante o pagamento de fiança.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia