Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 31 de outubro de 2016. Atualizado às 08h13.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Turismo

Notícia da edição impressa de 31/10/2016. Alterada em 30/10 às 23h31min

Mercado de luxo é destaque na Festuris

Evento na Serra pretende oportunizar mais negócios para este segmento

Evento na Serra pretende oportunizar mais negócios para este segmento


FESTURIS/DIVULGAÇÃO/JC
Adriana Lampert
Ainda que as empresas de turismo no Brasil tenham amargado retração de vendas nos últimos dois anos, o segmento de luxo resistiu e cresceu mais que o dobro do restante dos nichos do setor. Dados da Brazilian Luxury Travel Association (BLTA) apontam que as viagens do gênero têm aumentado em 10% ao ano no Brasil. De olho na ascensão desta demanda, a organização da Feira Internacional de Turismo de Gramado (Festuris) preparou um espaço especial para networking entre expositores e compradores deste produto na edição deste ano, que ocorre de 3 a 6 de novembro, na cidade serrana. A área temática contará com sete lounges, distribuídos em 120 metros quadrados.
"É um segmento que atrai poucos viajantes, mas com um tíquete médio alto", explica o diretor do Festuris, Marcus Vinícius Rossi. "Por isso criamos o Espaço Luxury, para fomentar novos negócios entre as marcas que atuam neste nicho de mercado a nível internacional e os grupos de buyers do Brasil e do exterior." Segundo Rossi, os nomes confirmados são Saint Andrews, Turks aind Kaikos, Air Tahiti Nui, Mercatur Premium, Tahiti Tourisme, Seychelles, La Hacienda, Le Passage To India, Sri Lanka, Nepal, Butão e Ilhas Maldivas, Oceania Cruises e Regent Seven Seas Crusies. 
Na visão do diretor do Festuris, a oportunidade de ampliar este mercado também deverá atrair agências e operadoras que comercializam destinos domésticos. "Com a alta do dólar, o viajante que buscava turismo de luxo no exterior começou a se voltar para resorts localizados no Brasil, principalmente no Nordeste", observa Rossi, chamando a atenção para o fato de que o mercado nacional "ainda não sabe o potencial que tem para este nicho". Entenda-se por luxo o alto padrão baseado em vivência e experiência, dentro de programações diferenciadas.
"Com a crise econômica percebemos que o segmento de luxo não apresenta flutuações, sendo fortalecido ano após ano", reforça a fundadora do Festival, Marta Rossi. Ela considera que Gramado ainda "não estava pronta" para receber, com eficiência, o nicho de luxo. "Gostamos de inaugurar os salões focados no desenvolvimento da cidade, assim como fizemos com os espaços de acessibilidade e sustentabilidade", explica Marta, anunciando que a feira desta ano irá lançar o roteiro turístico de luxo de Gramado
Outra novidade desta edição, é o lançamento da Rota dos Jesuítas, que propõe uma integração das fronteiras nos países do Mercosul, para fomentar o turismo da região. O ministro da pasta na Argentina, Gustavo Santos, estará presente nos debates do tema, durante o Congresso do Festuris, que ocorre nos dias 03 e 04 pela manhã, no Palácio dos Festivais, em Gramado. Santos irá falar justamente sobre o trabalho em conjunto para formatar e vender o produto para o mercado internacional.
Durante o congresso, outras pautas serão discutidas, ressalta Marcus Rossi. "Um assunto debatido atualmente no Brasil é a liberação dos jogos de azar que está passando por análises no plenário da Câmara dos Deputados e no Senado Federal", comenta. Neste sentido, o painel Legalização de Jogos e o Impacto sobre a Atividade Turística abordará o assunto, com mediação do jornalista Claudio Schapochnik e a presença do presidente do Instituto Jogo Legal, Magnho José, entre outros debatedores.
De acordo com a organização da feira, a expectativa é de que a 28ª edição do Festuris repita os números do ano passado, quando foram movimentados R$ 212 milhões em geração de negócios, segundo o Observatório de Turismo da Universidade Federal Fluminense (RJ). Em 2015, o evento recebeu 14 mil pessoas em dois dias.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia