Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 06 de novembro de 2016. Atualizado às 20h41.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Inovação

Notícia da edição impressa de 07/11/2016. Alterada em 04/11 às 20h09min

PwC elege tecnologias mais influentes até 2020

A PwC elegeu as oito tecnologias que mais afetarão os negócios até 2020. São elas: a inteligência artificial, a realidade aumentada, o blockchain, o uso dos drones, a internet das coisas, os robôs, a realidade virtual e a impressão 3D. As oito tecnologias foram selecionadas entre uma lista com 150 inovações e publicadas no estudo Tech Breakthroughts Megatrends. "Acreditamos que essas tecnologias irão impactar, em todos os aspectos, o modelo de negócio de uma empresa, independentemente do porte. Algumas influenciarão de forma muito benéfica, e outras de forma bastante desafiadora", afirma Norberto Tomasini, diretor da PwC Brasil e especialista em Digital.
Os impactos abrangerão o mercado de trabalho com a criação de novas categorias profissionais, passando pela relação comercial com clientes, definição da estratégia de negócios e de gestão da empresa, até a área operacional, com o uso, por exemplo, de drones, impressão 3D ou inteligência artificial para melhorar a eficiência operacional e fornecer vantagem competitiva. "A rapidez do avanço tecnológico nos últimos anos tem deixado líderes empresariais preocupados, pois fica cada vez mais difícil saber qual caminho ou tecnologia adotar para alavancar os negócios ou mesmo se proteger dos concorrentes", comenta Sergio Alexandre, que se baseia no resultado da pesquisa 19th Annual Global CEO Survey, realizada anualmente pela empresa de consultoria, onde 61% deles revelaram a preocupação com o ritmo veloz da evolução tecnológica.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia