Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de outubro de 2016. Atualizado às 22h38.

Jornal do Comércio

logo
COMENTAR | CORRIGIR

Esos Indústria de Aparelhos de Controle Ltda.

Notícia da edição impressa de 06/10/2016. Alterada em 05/10 às 21h05min

Facilidade para monitorar o consumo de energia dos aparelhos

Tomada desenvolvida pela Esos se comunica por meio da rede Wi-Fi do próprio usuário

Tomada desenvolvida pela Esos se comunica por meio da rede Wi-Fi do próprio usuário


MARCOS NAGELSTEIN/Arquivo/JC
Em tempos de conta de luz cada vez mais cara, nada melhor do que descobrir quais aparelhos estão consumindo mais energia. Para atender a essa demanda, a Esos Indústria de Aparelhos de Controle Ltda., com auxílio do Tecnova RS, desenvolveu a Tomada Inteligente Lino. Trata-se de uma tomada/adaptador de energia elétrica que permite seu monitoramento e controle através da internet e smartphones e também o controle (liga e desliga) dos aparelhos. A tomada se comunica por meio da rede Wi-Fi do próprio usuário, possibilitando o monitoramento e controle remoto por meio de computadores ou smartphones. Ao conectar a rede Wi-Fi com internet, a tomada alimentará uma base de dados com informações de consumo que permitirá ao usuário acompanhar o consumo de energia ao longo do tempo, comparar o consumo de diversas tomadas ao mesmo tempo e receber dicas de como pode economizar energia.
A Tomada Inteligente é o primeiro dispositivo "ligado à internet" desenvolvido pela empresa. O projeto Tecnova englobou todo o desenvolvimento do produto, hardware e software, e montagem do lote-piloto que vai ao mercado. O sócio-diretor Eduardo Agostini Berriel informa que a empresa agora está terminando a montagem do protótipo. "A parte eletrônica já esta pronta, porém estamos realizando pequenos ajustes nos softwares. Além de terminar a montagem do lote-piloto, estamos desenvolvendo canais de divulgação e comercialização do produto", acrescenta.
A Esos começou suas atividades em 2004 com o objetivo de desenvolver dispositivos para automação residencial. "Sempre tivemos em mente que a automação deveria ser do tamanho da necessidade e do bolso de cada cliente", salienta Berriel. Segundo ele, a maior parte das soluções de mercado exige um grande investimento inicial para aquisição de centrais de automação e obras de adaptação. Isso dificulta o acesso do consumidor "normal", que gostaria de automatizar pequenas coisas em sua casa, como ligar o aquecedor de sua casa ao sair de seu trabalho, desligar as lâmpadas quando não tiver mais gente em casa, entre outras ações.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia