Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 06 de outubro de 2016. Atualizado às 00h03.

Jornal do Comércio

logo
COMENTAR | CORRIGIR

Goahead Desenvolvimento de Software Ltda.

Notícia da edição impressa de 06/10/2016. Alterada em 06/10 às 00h08min

Inteligência artificial na gestão

Sistema funciona como um antivírus de notas erradas, diz Borges

Sistema funciona como um antivírus de notas erradas, diz Borges


AHEAD SISTEMAS /DIVULGAÇÃO/JC
Lidar com a complexa legislação tributária brasileira é um dos principais desafios enfrentados pelas empresas. O conjunto de normas e leis criadas ou atualizadas a cada dia no País exige das companhias um departamento contábil afiado e que tenha domínio de pleno de todos os cenários. A partir de agora, um software poderá desempenhar o papel de assessor fiscal dentro das organizações e contribuir nesse processo. A Goahead Desenvolvimento de Software Ltda., de Caxias do Sul, desenvolveu uma solução que utiliza a inteligência artificial na hora de realizar a gestão fiscal empresarial.
"Nossa solução é como um analista, um robô. Cada nota fiscal que a empresa emite, a ferramenta confere se todos os tributos estão calculados corretamente. Se houver divergência, abrirá uma tela informando. É como se fosse um antivírus de nota fiscal errada", sintetiza Marcelo Borges, diretor comercial da empresa. O dirigente lembra que a detecção dos erros permitirá que a empresa tenha uma economia financeira, já que não terá que refazer notas e evitará o recolhimento da mercadoria, como ocorre em alguns casos de equívocos hoje em dia.
O software da empresa é capaz de classificar as notas fiscais lançadas nos sistemas ERP das companhias. Por isso, consegue atuar de forma preventiva, ao constatar eventuais inconsistências antes dela ser gerada. O sistema desenvolvido seleciona a tributação correta de maneira automática, através de um mecanismo que permite realizar a interpretação das regras contábeis vigentes. Borges salienta que a ferramenta pode ser utilizada por empresas de diferentes setores, com sede em qualquer estado brasileiro.
A primeira nota fiscal com o controle do software foi emitida em abril. Neste momento, a Ahead já está prospectando clientes. O pacote de instalação do programa pode variar entre R$ 30 mil a R$ 60 mil, dependendo do tamanho da empresa que pretende adotar a solução, mais uma mensalidade para a manutenção.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia