Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de outubro de 2016. Atualizado às 23h58.

Jornal do Comércio

logo
COMENTAR | CORRIGIR

DELTA COLOR E COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA.

Notícia da edição impressa de 06/10/2016. Alterada em 05/10 às 23h59min

Rigor no controle das cores

Equipe da empresa Delta Color criou espectrofotômetro

Equipe da empresa Delta Color criou espectrofotômetro


DELTA COLOR/DIVULGAÇÃO/JC
A exigência pelo uso de determinados padrões de cores na fabricação de produtos industrializados, como plásticos, metais, rações e, claro, tintas, é um detalhe muitas vezes desconhecido pelos consumidores que adquirem esses itens. Entretanto, o tom da cor do artigo pode determinar se o produto está dentro ou fora dos padrões exigidos pela legislação. De olho nas necessidades de uma série de empresas, a Delta Color e Comércio de Equipamentos Eletrônicos Ltda. desenvolveu um espectrofotômetro, equipamento que auxilia a fazer o controle de qualidade das cores e até mesmo a formular novos padrões.
O aparato tem um perfil um pouco distinto dos colorímetros, utensílios também fabricados pela companhia, pois geram informações ainda mais precisas. "O espectrofotômetro fornece as informações sobre a curva espectral da cor. Ou seja, se tu vais copiar uma cor, vais conseguir copiar exatamente igual", relata Miguel Becker, diretor da Delta Color. A leitura de cor é feita através de um software, que informa se há diferenças entre cores no momento de aplicá-las aos produtos e aponta se a entonação está dentro da margem aceitável para determinado setor. Além do controle de qualidade, a mesma aplicação ainda pode ser utilizada para criar cores.
O equipamento é o primeiro do gênero fabricado integralmente no Brasil, situação que levou a Confederação Nacional da Indústria (CNI) a dar um atestado à Delta Color de fornecedor oficial da solução para o setor produtivo. Por ser confeccionado no País, o dispositivo tem um custo muito mais baixo, na comparação com os concorrentes importados. A situação faz com que a procura pelo aparato tenha sido grande até o momento. "Praticamente toda semana, recebemos sondagens para venda, vindas de diferentes segmentos", comemora Becker. No futuro, o produto deve ser exportado para países sul-americanos, como Argentina e Chile, que também carecem de soluções com preços mais acessíveis.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia