Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 06 de outubro de 2016. Atualizado às 01h53.

Jornal do Comércio

logo
COMENTAR | CORRIGIR

AURORA IMAGENS AÉREAS LTDA.

Notícia da edição impressa de 06/10/2016. Alterada em 06/10 às 01h56min

Inspeção feita com drone

Marcelo Vaccari, da Aurora, com o drone que é usado em inspeção de plataformas

Marcelo Vaccari, da Aurora, com o drone que é usado em inspeção de plataformas


Fredy Vieira/JC
A utilização de drones para captação de imagens aéreas tem motivado uma série de novos negócios nos últimos anos. Inserida nesse mercado desde 2010, a Aurora Imagens Aéreas Ltda. agora quer desbravar novas potencialidades dessas ferramentas e atingir diferentes nichos de mercado. Para isso, a empresa está desenvolvendo o Lift, um sistema de inspeção visual aérea de plantas industriais, plataformas de petróleo, turbinas eólicas e outros tipos de estruturas de grande porte.
"Inicialmente, o projeto seria voltado às plataformas offshore. Mas, em dois anos, desde que começamos ele, muita coisa mudou no mercado de drones, e fomos fazendo adaptações", explica o diretor-geral da Aurora, Marcelo Vaccari. Dessa forma, o produto foi criado de modo a atender as necessidades de captação de imagens aéreas de diferentes tipos de empresas. O sistema Lift está composto pelo drone, por uma estação de solo, na qual são feitas as configurações para o uso do equipamento, e um aplicativo on-line que disponibiliza as imagens realizadas.
O equipamento produzido pela Aurora possui características um pouco distintas dos drones disponibilizados no mercado. Como a solução é voltada para o controle de plataformas offshore e outras estruturas industriais, o equipamento tem quase o dobro do tamanho dos produtos habitualmente comercializados e permite que a câmera seja instalada tanto na parte de cima como na de baixo. "Esse drone foi desenvolvido para uso profissional, para inspeção industrial. Não existia no mercado uma solução que atendesse a essa necessidade. Esse consegue fazer voo em alto mar com rajadas de vento", exemplifica Vaccari.
O projeto que culminará na produção de um protótipo do Lift está na reta final e deve ser concluído nos próximos meses. A partir de então, a Aurora deve procurar algum fabricante que possibilite a colocação do produto no mercado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia