Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de outubro de 2016. Atualizado às 22h28.

Jornal do Comércio

logo
COMENTAR | CORRIGIR

TRISOLUTIONS SOLUÇÕES EM ENGENHARIA LTDA.

Notícia da edição impressa de 06/10/2016. Alterada em 05/10 às 21h29min

Software para simulação garante segurança operacional

Engenheiro Ricardo Scheid e gerente de negócios Leandro Lusa (ao fundo) criaram simulador

Engenheiro Ricardo Scheid e gerente de negócios Leandro Lusa (ao fundo) criaram simulador


TRISOLUTIONS /DIVULGAÇÃO/JC
Com intuito de aumentar a segurança nas plataformas de petróleo, a Trisolutions Soluções em Engenharia Ltda. desenvolveu um sistema de treinamento de operação (OTS, na sigla em inglês) voltado especificamente para essas estruturas. A ideia é criar um ambiente simulado, no qual os profissionais poderão praticar as mais variadas situações. "Será como na autoescola, onde o aluno pratica a direção virtualmente antes de dirigir", compara Leandro Porto Lusa, gerente de negócios da companhia.
Atualmente, existem dispositivos semelhantes no mercado. Entretanto, todos são importados, o que torna o custo de aquisição elevado. O diferencial, segundo ele, será exatamente o preço mais acessível no mercado nacional. Mesmo assim, nada impede a empresa de competir no exterior. "Por uma questão de estratégia da empresa, nosso foco é o mercado interno, mas nossa solução tem caráter para ser aplicada internacionalmente", planeja.
A partir do uso do software, será possível preparar o profissional para situações extremas, impossíveis de serem simuladas atualmente. Rodado nos computadores de plantas industriais, com alta capacidade de processamento, o software busca integrar simulação dinâmica da plataforma de petróleo, emulação do sistema de controle e reprodução das telas de operação da estrutura. O dirigente conta que a companhia já planejava desenvolver um software nesses moldes, mas a ideia só tornou-se viável a partir do edital do Tecnova.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia