Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 13 de setembro de 2016. Atualizado às 01h10.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR

Frases e Personagens

Notícia da edição impressa de 13/09/2016. Alterada em 12/09 às 21h43min

Frases e personagens

Henrique Fontana (PT), deputado federal

Henrique Fontana (PT), deputado federal


ANTÔNIO CRUZ/ABR/JC
"A cassação do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) leva, agora, medo ao partido, por conta de uma delação premiada dele. Aí, toda cúpula do PMDB estaria encurralada com tantas acusações." Henrique Fontana (PT), deputado federal.
"Um dos maiores erros do PT foi ter Michel Temer (PMDB) como vice-presidente. Ele conspirou todo tempo contra a presidente Dilma Rousseff (PT). Pelo voto, ele jamais chegaria à presidência, teria, no máximo, uns 10% dos votos que Dilma obteve." Também Henrique Fontana.
"Sobre a votação da cassação de Eduardo Cunha, perguntem ao Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara Federal." Michel Temer, presidente da República, antes da decisão.
"Não há nenhuma iniciativa por parte do governo que vise interferir ou paralisar a Operação Lava Jato. Tanto o presidente Michel Temer quanto a nova advogada da AGU, Grace Mendonça, já responderam às insinuação do advogado Fábio Medina Osório, que deixou a AGU." Eliseu Padilha (PMDB), ministro-chefe da Casa Civil.
"Não há nada por parte do governo para parar a Lava Jato. Os atores da Lava Jato, Polícia Federal e Ministério Público, agem com total independência. Quem diz o contrário quer que o holofote da Lava Jato lhe dê um pouco de luz." Também Eliseu Padilha.
"Não existe proposta de aumento de jornada de trabalho para o trabalhador. Queremos consolidar direitos que estão nas convenções, como no caso dos trabalhadores da saúde. Não mexeremos no 13º, no FGTS, nem nas férias. Horas extras terão um máximo semanal, uma por dia está em estudo. Mas eu, trabalhista natural de Carazinho, terra de Leonel Brizola, tiraria direitos dos trabalhadores?" Ronaldo Nogueira (PTB), ministro do Trabalho.
"O pessoal da Força Nacional de Segurança está trabalhando junto a efetivos da Brigada. Vamos expandindo a ação deles no policiamento." Mário Yukio Ikeda, do Comando do Policiamento da Capital.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia