Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 05 de agosto de 2016. Atualizado às 13h18.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Rio-2016

05/08/2016 - 13h21min. Alterada em 05/08 às 13h21min

Tocha olímpica cumpre últimos 30 quilômetros antes da abertura oficial no Maracanã

A ex-jogadora de vôlei Isabel se emocionou ao erguer a tocha em frente ao Cristo Redentor

A ex-jogadora de vôlei Isabel se emocionou ao erguer a tocha em frente ao Cristo Redentor


Tânia Rêgo/Agência Brasil/JC
Agência Brasil
A Tocha Olímpica terminou nesta sexta-feira (5) sua viagem trajetória até a abertura oficial dos jogos. Foram 95 dias percorrendo cidades pelo País, desde 3 de maio. Nesta sexta, a tocha chegou ao Cristo Redentor, pelas mãos da ex-jogadora de vôlei isabel.
O cardeal arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta, também dividiu a cena, ao lado do prefeito Eduardo Paes. Na sequência, a tocha deu início ao último dia do revezamento. Isabel fez o gesto de braços abertos, acompanhando a estátua que é cartão postal do Rio para o mundo.
A ex-jogadora, que disputou as olimpíadas de Moscou (1980) e Los Angeles (1984), emocionou-se e chorou ao receber a tocha. 
Do Cristo, a chama olímpica seguiu para o Palácio da Cidade, sede da Prefeitura do Rio. Nos jardins do Palácio, dois servidores mais antigos da prefeitura, Gyleno dos Santos, de 79 anos, e Idalício Oliveira Filho, de 88, fizeram o “beija chama” - momento em que a tocha passa da mão de um para o outro.
A tocha seguiu depois pelas ruas e avenidas da zona sul pelas de mais atletas e foi percorrendo trajetos e sendo levada por artistas, mais atletas e moradores. Entre as pessoas que vão levar está Helô Pinheiro, que inspirou a música Garota de Ipanema. 
Depois de concluir os 30 quilômetros pela cidade e passar pelo Pão de Açucar, o último ponto será o Monumento aos Pracinhas, no Aterro do Flamengo. O ponto alto do revezamento está mantido em sigilo pela organização dos Jogos.
A chama vai para o estádio do Maracanã onde acenderá a pira olímpica, durante a cerimônia oficial de abertura dos Jogos Rio 2016, prevista para começar às 20h.
 
Em 95 dias, a tocha passou pelas mãos de 12.494 condutores, percorreu 26 mil quilômetros por terra e visitou 325 cidades dos 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia