Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 29 de julho de 2016. Atualizado às 20h42.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

29/07/2016 - 20h42min. Alterada em 29/07 às 20h42min

Bolsas de Nova Iorque fecham sem direção única com estimativa do PIB

As bolsas de Nova Iorque fecharam sem direção única nesta sexta-feira (29), com a leitura de que o Federal Reserve (Fed o banco central dos EUA) pode ser obrigado a adiar mais a normalização da política monetária no país após a divulgação da primeira estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre. Entretanto, as bolsas registraram o sexto mês consecutivo de ganhos.
No fim da tarde em Nova Iorque, o S&P 500 e o Nasdaq fecharam em alta de 0,16%, aos 2.173,60 pontos, e 0,14%, aos 5.162,13 pontos, respectivamente. Dow Jones, por outro lado, caiu 0,13%, aos 18.432,24 pontos, com o desempenho de papéis importantes como ExxonMobil (-1,39%), que anunciou um lucro líquido 60% menor neste trimestre na comparação anual. No mês, os três índices acumularam ganhos de, respectivamente, 3,56%, 6,60% e 2,80%.
As bolsas realizaram a maioria dos avanços na primeira metade de julho, à medida que investidores apostaram que os bancos centrais iriam estender medidas de estímulo após o Reino Unido ter votado por sair da União Europeia (UE) e o relatório de empregos de junho nos EUA ter assegurado aos investidores que a economia estava melhorando.
Entretanto, nas duas últimas semanas, a dinâmica do mercado diminuiu.
A falta de grandes movimentos ocorreu durante um período atribulado da divulgação dos balanços corporativos e dados econômicos importantes. Mais da metade das empresas do S&P 500 já divulgaram seus balanços do segundo trimestre. Nesta sexta-feira, dados do Departamento do Comércio mostraram que o PIB norte-americano cresceu à taxa anualizada de 1,2% na primeira estimativa do segundo trimestre, bem abaixo da previsão de +2,6% dos economistas ouvidos pelo Wall Street Journal.
"O clima parece diferente", disse Mohit Bajaj, diretor da ETF trading Solutions da WallachBeth Capital. "Esses pequenos movimentos têm sido a norma ultimamente."
Os papéis de tecnologia estão entre as melhores performances em julho. As ações da Alphabet subiram 3,35% após a companhia ter divulgado na quinta-feira que seu lucro no segundo trimestre avançou 24%.
As ações da Amazon.com subiram 0,9% após a empresa ter anunciado seu terceiro lucro recorde consecutivo hoje.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia