Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 16 de maio de 2016. Atualizado às 21h17.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

basquete

16/05/2016 - 21h18min. Alterada em 16/05 às 21h18min

Após interesse do Kings, Pacers decide promover Nate McMillan a técnico

Ex-técnico do Seattle Supersonics e do Portland Trailblazers, Nate McMillan nem era considerado para assumir o cargo de técnico do Indiana Pacers após três anos como assistente de Frank Vogel demitido há duas semanas. Tudo mudou quando o Sacramento Kings pediu autorização para fazer uma entrevista com McMillan, o que abriu os olhos de Larry Bird. Nesta segunda, o veterano foi anunciado como novo técnico do Pacers.
"Eu gosto do que ele fez em Portland e gostou do fato de ele ser um old-school. Eu gosto de estrutura", explicou Bird, um dos grandes da história da NBA, hoje presidente do Pacers para as operações de basquete.
Quando anunciou a demissão de Vogel, Bird havia dito que procurava por um técnico capaz de implantar um estilo ofensivo à equipe. A escolha por McMillan surpreende porque o treinador tem como característica o trabalho priorizando a defesa. Ele também é elogiado pelo controle do vestiário, exatamente a função que fazia como assistente em Indianápolis até agora.
Para decidir promover McMillan, Bird conversou com o gerente Kevin Pritchard, que trabalhou com o treinador em Portland, e com dois jogadores, não identificados, que garantiram que McMillan tinha as características desejadas pela franquia.
Técnico do Supersonics entre 2000 e 2005 e do Blazers de 2005 a 2012, McMillan trabalhou como assistente da seleção norte-americana nas últimas duas Olimpíadas. Ele também é considerado o responsável por lapidar LaMarcus Aldridge em Portland. Agora, o Indiana tem um jogador considerado muito parecido, Myles Turner, originário da mesma faculdade.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia