Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 16 de maio de 2016. Atualizado às 22h42.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Grêmio

Notícia da edição impressa de 17/05/2016. Alterada em 16/05 às 21h52min

Edílson deve ser apresentado como reforço para a lateral-direita

Jogador defendeu o Tricolor em duas oportunidades, em 2010 e 2012

Jogador defendeu o Tricolor em duas oportunidades, em 2010 e 2012


MAURO SCHAEFER/ARQUIVO/JC
O Grêmio apostará em um velho conhecido para suprir a carência da lateral-direita que vem sendo ocupado pelo polivalente Ramiro. O nome escolhido foi o de Edílson. O jogador de 29 anos chegou na tarde de ontem a Porto Alegre, e, após exames, deve assinar um contrato de três anos com o clube. Edílson já defendeu o Tricolor em duas oportunidades, em 2010 e 2012. Na primeira passagem, fez parte do grupo que conquistou o Gauchão, último título conquistado pelo clube.
Esta será a primeira negociação do novo departamento de futebol gremista. Outros nomes devem surgir para encorpar o elenco comandado por Roger Machado. Depois da lateral, a zaga será a nova prioridade da direção. O nome da vez é o de Wallace. O defensor do Flamengo pediu para deixar o Rubro-Negro por questões de ambiente. O técnico Muricy Ramalho já o liberou, mas as negociações não avançaram, já que os cariocas exigem uma contrapartida financeira.
Os jogadores não trabalharam na segunda-feira, tendo o dia de folga para descanso. Casualmente, o adversário do próximo domingo será o Flamengo de Muricy. Roger avaliou positivamente o empate sem gols na estreia do Nacional contra o Corinthians, comemorando, principalmente, a retomada da autoestima do grupo. "Depois de vivenciarmos dois tropeços e insucessos que minaram a nossa confiança, o resultado foi bom. Vivemos uma semana tensa e de muito trabalho. A eliminação doeu, mas podemos evoluir", afirmou o treinador.
Enquanto alguns chegam, outros podem estar deixando o Grêmio. O zagueiro Bressan, muito criticado pelas atuações contra o Rosario Central, pelas oitavas de final da Libertadores, pode acabar sendo emprestado ao Coritiba para a disputa do Brasileirão. No domingo, Bressan não foi nem relacionado para a partida contra o Timão, em São Paulo. O contrato do jogador vai até o final deste ano.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia