Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 10 de maio de 2016. Atualizado às 23h10.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR
Notícia da edição impressa de 11/05/2016. Alterada em 10/05 às 23h09min

Governo libera entrada no País com salame, queijo e doce de leite

 CADERNO VINHOS E ESPUMANTES 2013.    CADERNO GASTRONOMIA E VINHOS 2013.    VINÍCOLA SALTON EM BENTO GONÇALVES.    NA FOTO: TÁBUA DE FRIOS ACOMPANHADA DE CÁLICE DE VINHO TINTO.

CADERNO VINHOS E ESPUMANTES 2013. CADERNO GASTRONOMIA E VINHOS 2013. VINÍCOLA SALTON EM BENTO GONÇALVES. NA FOTO: TÁBUA DE FRIOS ACOMPANHADA DE CÁLICE DE VINHO TINTO.


JOÃO MATTOS/JC/JC
Turistas poderão, a partir de agora, entrar no Brasil com produtos de origem animal, como queijo, salame, doce de leite e manteiga. Segundo o Ministério da Agricultura, a nova normativa cria classificação de "risco insignificante" para esses produtos.
"A medida visa atender a uma demanda da sociedade, mas será limitada a cinco quilos por pessoa", afirmou a ministra, Kátia Abreu, acrescentando ainda que deverão estar acondicionados nas embalagens originais, com rotulagem que permita sua identificação e origem. Antes, apenas os produtos processados de origem vegetal tinham autorização de ingressar no País.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia