Porto Alegre, domingo, 03 de abril de 2016. Atualizado às 22h22.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
23°C
33°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,5600 3,5620 0,97%
Turismo/SP 3,5800 3,7700 0,53%
Paralelo/SP 3,5800 3,7700 0,53%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Saúde Notícia da edição impressa de 04/04/2016. Alterada em 03/04 às 22h09min

Estado registra as duas primeiras mortes de 2016 pelo vírus H1N1

O Rio Grande do Sul confirmou no final de semana duas mortes pelo vírus H1N1, a gripe A. As vítimas foram uma criança de sete anos e um homem de 35, ambos moradores da Capital, que estavam internados. A criança era portadora de asma, e o adulto sofria de uma doença imunológica. Nenhum dos dois havia se vacinado no ano passado.
Até agora, o Estado já confirmou a doença em sete pessoas: três casos na Capital, dois em Viamão e outros dois em Canoas. Além das duas vítimas, o terceiro caso de Porto Alegre é o de uma criança de três anos, que apresenta melhora. Em Viamão, os contaminados são um homem de 36 anos e uma criança de um. Em Canoas, as pacientes são duas meninas, uma de um ano e outra de quatro. Com exceção de uma das crianças de Canoas, todos os pacientes possuem outras doenças associadas.
Com as ocorrências, o Estado antecipou em uma semana a vacinação, que será realizada a partir do dia 25 de abril.

Número de casos autóctones de dengue cresce no Rio Grande do Sul

Conforme balanço da Secretaria Estadual da Saúde divulgado sexta-feira, 483 casos de dengue já foram confirmados neste ano em solo gaúcho. O número de ocorrências autóctones saltou de 258 para 345 (acréscimo de 33,7%).
Já em relação à chikungunya, o número de casos passou de quatro para cinco, todos importados.
Os casos de zika chegaram a 15 confirmações, sendo quatro autóctones, de pessoas residentes em Frederico Westphalen, Santa Maria, Ivoti e Rondinha. Em relação à microcefalia, são 57 ocorrências desde o final de outubro passado.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
OMS vê 'forte consenso' sobre relação entre zika e microcefalia
Em seu informe semanal sobre a situação da doença pelo mundo, a OMS abandona qualquer tipo de cautela e confirma uma mudança importante em sua avaliação sobre os casos
Porto Alegre já registra quatro surtos de caxumba em 2016
Cientistas revelam estrutura do vírus zika
Desvendar a estrutura do vírus é um passo fundamental para o desenvolvimento de vacinas
Pílula do câncer pode ser legalizada como suplemento

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo