Porto Alegre, quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016. Atualizado às 21h43.
Aniversário da Casa da Moeda do Brasil.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
26°C
34°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,9820 3,9840 1,21%
Turismo/SP 3,7500 4,0900 1,48%
Paralelo/SP 3,7500 4,0900 1,48%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Giro Rápido Vinicius Ferlauto


Giro Rápido

Notícia da edição impressa de 12/02/2016

Estrutura consolidada

O presidente da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) para a América Latina, Stefan Ketter, anunciou a unificação da diretoria comercial do grupo automotivo no Brasil, que passa a responder pelas operações de vendas das marcas comercializadas no País: Fiat, Jeep, Chrysler, Dodge e Ram. Sérgio Ferreira, atualmente diretor-geral da Chrysler/Jeep para América Latina, assume a liderança da nova área. As redes de concessionárias manterão suas identidades e independência, continuando a operar separadamente por marcas. A mudança faz parte do projeto de consolidação da FCA no Brasil e na América Latina. Toda a estrutura comercial, incluindo os oito escritórios regionais, atenderá a todas as marcas do grupo.
Recorde em vans
A Mercedes-Benz Vans - divisão de negócios da Daimler para o segmento de veículos comerciais leves - conquistou um novo recorde mundial de vendas, com cerca de 321 mil unidades emplacadas em 2015. O número representa um aumento de 9% em relação aos 294.600 veículos comercializados no ano anterior.
Números de amargar
Em janeiro, o resultado de vendas de automóveis e de comerciais leves importados pelos membros da Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores foi de 3.672 unidades, o que representa uma queda de 45,3% em relação ao mesmo mês do ano passado. Na comparação com dezembro de 2015, quando foram emplacados 4.918 veículos, a redução foi de 25,3%. De acordo com a entidade, o resultado do primeiro mês do ano reflete a mesma situação de mercado que afetou o desempenho das vendas do setor ao longo do ano passado: diante da incerteza dos cenários político e econômico, os consumidores continuam postergando suas compras e ponderando investimentos. Além disso, a taxa de câmbio nos níveis atuais continua impactando, fortemente, todas as atividades de importação.
Sinal verde para os autônomos
A NHTSA, agência federal de segurança viária do governo dos Estados Unidos, afirmou, em comunicado ao Google, que o veículo de condução autônoma desenvolvido pela empresa de tecnologia poderá ser considerado legalmente equivalente a um motorista de verdade quando estiver de fato pronto para rodar nas ruas. Além dos desafios técnicos para criar um carro-robô seguro e confiável, as regras de trânsito atuais inviabilizam ou dificultam sua homologação em território norte-americano. A NHTSA promete apresentar, em até seis meses, as linhas gerais de uma nova legislação de trânsito, levando em conta as peculiaridades dos veículos de condução autônoma. O exemplo norte-americano poderá servir de precedente para outros países.
Ausência significativa
Uma das exposições automotivas mais importantes da Europa, o Salão de Paris terá uma ausência significativa na edição de 2016. A Ford anunciou que não participará do evento na edição deste ano, justificando que o momento não é adequado para apresentação de novidades e que a data não se enquadra em seu cronograma de lançamentos. Além disso, a Ford pretende focar sua participação em feiras tecnológicas, como o CES, que aconteceu em janeiro, nos Estados Unidos, e o Mobile World Congress, a ser realizado no final deste mês, na Espanha. A marca norte-americana não está sozinha nesse tipo de decisão. O Grupo Jaguar Land Rover ficou de fora do Salão de Detroit (EUA) deste ano, e a Mini não estará presente no Salão de Genebra, na Suíça, em março. O alto custo da participação nos salões tem feito as marcas considerarem outras opções de investimento em marketing e lançamento de produtos.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Tecnologia imposta

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo