Porto Alegre, segunda-feira, 25 de janeiro de 2016. Atualizado às 00h26.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
25°C
32°C
21°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1080 4,1100 1,34%
Turismo/SP 3,8700 4,3200 0,91%
Paralelo/SP 3,8700 4,3200 0,91%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Fórum Social Temático Notícia da edição impressa de 22/01/2016. Alterada em 21/01 às 21h01min

Ambiente, indígenas e austeridade serão foco no Canadá

MARCO QUINTANA/JC
Carminda acredita na convergência dos movimentos sociais

Lívia Araújo

Membros da comissão organizadora do Fórum Social Mundial (FSM) 2016, que acontecerá de 4 a 16 de agosto em Montreal, na porção francófona do Canadá, expuseram, nesta quinta-feira, no Fórum Social Temático (FST), em Porto Alegre, os 12 eixos temáticos que serão discutidos no evento. Para uma das coordenadoras do FSM, Carminda Mac Lorin, apesar da multiplicidade de abordagens e do desejo de convergência entre as questões que permeiam a luta dos movimentos sociais em nível global, estão também em evidência os problemas atuais do Canadá. "A austeridade é uma questão nova para os canadenses. Já houve muitas lutas no passado que provocaram mudanças positivas em setores como a saúde e o combate ao desemprego, mas os últimos governos de direita, tanto no Canadá quanto em Québec (província onde fica Montreal) estão recuando nessas conquistas."
A flexibilidade da legislação ambiental canadense também é um ponto de tensão para os movimentos sociais do país. "Além dos incentivos fiscais para a instalação de empresas mineradoras, mais da metade dos lobistas em atuação no país vem desse setor. O Canadá possui uma grande dívida ambiental relacionada a minas abandonadas", expõe Dominique Bernier, membro do comitê de organização do FSM e pertencente a um grupo de oposição às mineradoras.
Carminda também apontou a questão dos povos originários do Canadá como uma das discussões em destaque no país atualmente. "Eles têm uma história dura no país", afirma. O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, eleito em outubro do ano passado, recentemente reconheceu que o país promoveu um "genocídio cultural" dos povos autóctones e solicitou que o Papa Francisco peça perdão formal por maltratos aos indígenas em escolas católicas.
A coordenadora disse que espera, para agosto, um público entre 50 mil e 80 mil participantes. Ao contrário das edições brasileiras do FSM e do Fórum Social Temático, o FSM no Canadá não conta com subsídio governamental para sua realização. "O nosso evento é pobre, por mais paradoxal que isso seja." O custeio ocorre por doações dos cidadãos e pelo apoio financeiro de 250 organizações da sociedade civil.
Os 12 eixos temáticos são alternativas econômicas e sociais, democratização do conhecimento, cultura de paz, alternativas de desenvolvimento, justiça ambiental, democratização, direitos humanos, identidade e gênero, justiça social e distribuição econômica, migração e refugiados, participação cidadã, e trabalhadores e cidadãos lutando contra a globalização capitalista, além de um outro de temática livre. Mais informações podem ser obtidas no site www.fsm2016.org.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Movimentos sociais pedem auditoria da dívida pública e criticam impeachment
A primeira delas, é fazer do 1° de maio (Dia Internacional do Trabalho) um dia de luta na América Latina
Acampamento é espaço de convivência e debate Slow Food fará banquete com alimentos reaproveitados no Parque Farroupilha Boaventura diz que desunião da esquerda no Brasil é histórica

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo