Porto Alegre, segunda-feira, 25 de janeiro de 2016. Atualizado às 18h45.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
24°C
27°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0952 4,0968 0,32%
Turismo/SP 3,8700 4,3200 0%
Paralelo/SP 3,8700 4,3200 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Porto Verão Alegre Notícia da edição impressa de 26/01/2016. Alterada em 25/01 às 19h15min

Mosaico cênico no festival Porto Verão Alegre

MARCELO G. RIBEIRO/JC
Cíntia Ferrer, Jones Calisto e Oscar Simch na peça O bandejão - A comédia com carne a mais

O clima quente do verão porto-alegrense tem propagação também nos palcos dos teatros da cidade. Há 17 anos, o festival Porto Verão Alegre anima a temporada entre janeiro e fevereiro como opção de entretenimento para aqueles que não abandonam a selva de pedra em busca de sol, mar e brisa fresca. Esta terça-feira está recheada de atrações. O festival oferece cinco diversificadas produções.
A novidade é O bandejão - A comédia com carne a mais, que Oscar Simch (Homens de Perto) estreia no festival. Ele assina o texto e a direção, além das canções compostas especialmente para a peça, com produção musical de Térence Veras e coreografias de Liz Dias.
De hoje a sábado, a curta temporada será cumprida no Teatro do Sesc (Alberto Bins, 665), às 20h. Cíntia Ferrer (Lupi, O musical) e o humorista Jones Calisto (O espírito da coisa) completam o elenco, para interpretar figuras surpreendentes em quatro histórias da vida cotidiana: os Monstrinhos do Bem, Mãe Jacira, Dia familiar e Os Fradinhos. Com uma linguagem farsesca e elaborada, os três atores cantam, dançam e interpretam personagens, carregados de comicidade, ousadia e movimento.
A montagem conta ainda com ilustrações do designer gráfico Edgar Vasques e locuções do DJ e comunicador Piá. Edna Lima é a atriz contrarregra, e a cenografia e figurinos são de Mariane Collovini.
Música também estará presente nas apresentações de A doce bárbara - Maria Bethânia em cantoria. A interpretação de Antonio Carlos Falcão encarnando uma das principais cantoras do País ganha a companhia, no palco, dos músicos Alexandre Missel, Gugga Rays, Bruno Coelho e Greg Patrocínio. As sessões ocorrem hoje, amanhã e quinta-feira, no Teatro Renascença (Érico Veríssimo, 307), às 21h.
Este espetáculo foi concebido por Falcão há mais de 30 anos e faz parte do calendário cultural da Capital. A comédia musical narra a vida de uma cantora da MPB, inspirado na diva Maria Bethânia, com um texto que mistura ficção e realidade. Além da irmã de Caetano Veloso, o protagonista ainda imita Chico Buarque e brinca com um histriônico Ney Matogrosso (amparados pelas criações de Rô Cortinhas nos figurinos).
Ainda há atração para os admiradores do universo clown. Enfim sós coloca em cena dois palhaços, Julieto e Roliça (Fábio Castilhos e Melissa Dornelles). Eles compartilham situações inusitadas e engraçadas sobre o amor e a solidão. As questões que motivaram os atores (também autores) a montar o espetáculo e a história a ser contada se misturam.
Os palhaços insistem em se desencontrar até que o inevitável acontece. Após o encontro, os percalços da vida a dois trazem novas situações, envolvendo experiências do público e da própria biografia dos atores-palhaços que conduzem o jogo ao tragicômico. A montagem dirigida por Luciane Olendzki será encenada de hoje a quinta-feira, às 21h, na Sala Álvaro Moreyra (Érico Veríssimo, 307).
Ida Celina, Mirna Spritzer, Valquíria Cardoso e Philipe Philippsen retornam ao palco com a premiada Língua Mãe.Mameloschn no Porto Verão Alegre. Vencedor na categoria Melhor Espetáculo do Prêmio Açorianos de Teatro 2015 e do 10º Braskem Em Cena na categoria melhor atriz (Mirna), o espetáculo será apresentado até quinta-feira, às 21h, no Centro Histórico-Cultural Santa Casa (Independência, 75). É a primeira vez que o público poderá conferir a peça fora do Goethe-Institut Porto Alegre, onde cumpriu duas temporadas.
O texto da jovem autora alemã Marianna Salzmann tem direção de Mirah Laline, mostrando a aproximação e distanciamento dos personagens, através do diálogo cáustico de um núcleo judaico. Três gerações de mulheres com muito em comum: são da mesma família; vivem sob o mesmo teto; possuem a mesma origem cultural. No entanto, se diferenciam no modo com veem o mundo, expressam seus anseios e lidam com suas origens.
Rô Cortinhas assina os figurinos; Rodrigo Shalako, o cenário, e Ricardo Vivian, a iluminação. O ator Philippsen também é responsável pela trilha sonora original, que executa ao vivo. 
Por fim, o Guri de Uruguaiana segue como opção também nesta terça-feira para os porto-alegrenses em busca de diversão. As apresentações no Teatro da Amrigs (Ipiranga, 5.311) vão até amanhã e encerram-se de 1 a 3 de fevereiro, sempre às 21h. Jair Kobe volta com seus casos e suas versões de clipes de sucesso da música pop. Para isso, conta com as participações dos atores Vitor Leal (Chuleador) e Luiz Antonio Dau (Licurgo, gaúcho emo).
COMENTÁRIOS


DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo